Militares da GNR pagam taxas hospitalares se forem feridos

Abril 11, 2008 Vice

A ser verdade (o que não duvido tendo em conta a fonte) o artigo da 'TSF' que abaixo transcrevo, é mais um belo exemplo dos muitos que este país dá ao Mundo.

E ainda há quem reclame o facto dos militares em questão demorarem muito a comparecer quando chamados para intervir em situações de risco!

Para além de arranjarem problemas quando têm de fazer uso da arma para acabar com situações de perigo e que envolvem riscos elevados, que não é mais do que nós esperamos que as nossas forças de segurança façam, ainda têm mais este bónus dos serviços de saúde de Portugal.

Agora pergunto. Você não faria o mesmo?


"• GNR
Militares têm de pagar taxas hospitalares se forem feridos
A Associação de Profissionais da Guarda (APG) admite que os militares da GNR passem a evitar situações de conflito. A APG diz que pode ser a resposta ao facto dos militares feridos em serviço terem de pagar taxas moderadoras quando são atendidos nos hospitais.

( 18:41 / 04 de Abril 08 )

A Associação de Profissionais da Guarda admite que os militares da GNR passem a evitar intervir em situações de risco porque, garante a associação, quando são feridos em serviço e se dirigem a um hospital público são obrigados a pagar a taxa moderadora.

José Manageiro, o presidente da Associação de Profissionais da Guarda, diz que esta situação é um absurdo e admite que acabe por influenciar o comportamento dos militares da GNR que têm de intervir em situações de risco.

«Isto vai levar ao abandono de algumas situações [de conflito] que põem em causa a sua vida familiar», disse José Manageiro à TSF.

No comunicado em que denuncia esta situação, a Associação de Profissionais da Guarda afirma que cada vez mais «os militares da GNR não passam de carne para canhão»."